Número de correspondentes bancários cresce 70% no país em quase três anos - Tudo Roraima

Últimas Notícias

Anúncio principal

Post Top Ad

segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

Número de correspondentes bancários cresce 70% no país em quase três anos



Boa Vista, RR - Os bancos têm visto no crescimento da renda dos brasileiros uma oportunidade de novos negócios. A estratégia pode ser observada na expansão dos correspondentes bancários, como agências lotéricas e dos Correios. Segundo o Banco Central (BC), eles passaram de 95.849, no final de 2007, quando a instituição começou a registrar os dados, para 163.569, em 1° de setembro deste ano. O aumento, nessa comparação é de 70,6%. Segundo o BC, o número de correspondentes no país subiu de 108.074 no final de 2008 para 149.507 ao fim do ano passado.

O estado com maior número de correspondentes é São Paulo, com 42.176, contra 42.176 no final de 2007. Roraima é onde tem o menor número - 218, contra 83 em 2007.

Os correspondentes são autorizados pelo BC a fazer operações como recepção e encaminhamento de propostas de abertura de contas e de pedidos de crédito e recebimentos de pagamentos.

O chefe do Departamento de Organização do Sistema Financeiro do BC, Luiz Edson Feltrin, afirma que a instalação de correspondentes bancários é uma forma de oferecer serviços formais em um estabelecimento onde os consumidores já estão acostumados a frequentar, como lotéricas, supermercados, drogarias, Correios, lojas de móveis e outros.

Assim, evita-se o formalismo que a estrutura de uma agência bancária traz e que às vezes “assusta” os clientes. “Muitas vezes, a sofisticação de uma agência afasta as pessoas mais simples. No caso dos correspondentes, é diferente, porque elas estão acostumadas a ir lá”, afirma Feltrin. Os correspondentes, acrescenta, podem ser vistos também como uma estratégia de marketing dos bancos, porque dão visibilidade às marcas onde são instalados.

Outra vantagem da estratégia para os bancos é que os correspondentes ajudam aliviar o fluxo de atendimentos nas agências. Além disso, o custo de instalação de um correspondente se comparado com o de uma agência bancária é menor. “Os custos de se montar uma agência são elevados. Há uma série de normas do Banco Central e da Política Federal que devem ser observadas”, destaca o gerente nacional de Canal Parceiro Lotérico da Caixa, Antonio Carlos Barasuol.

“As operações nos correspondentes são compatíveis com o que já existe no estabelecimento. É uma forma simples de levar serviços bancários a lugares que não teriam condições de receber uma agência. Ajuda a movimentar a economia da cidade”, assinala Barasuol.

Para o gerente geral da Unidade de Gestão de Canais do Banco do Brasil, Hideraldo Dwight, além de ter um custo menor do que de uma agência, o correspondente é instalado em pontos comerciais que já atraem muita gente e movimenta a economia local.

Número de correspondentes nos estados (dados do BC)

Posição: 01/09/2010

UF

CORRESPONDENTES


ACRE

300


ALAGOAS

1.957


AMAPA

365


AMAZONAS

1.367


BAHIA

8.919


CEARA

5.272


DISTRITO FEDERAL

2.207


ESPIRITO SANTO

3.221


GOIAS

5.107


MARANHAO

2.875


MATO GROSSO

3.034


MATO GROSSO DO SUL

2.354


MINAS GERAIS

17.438


PARA

2.123


PARAIBA

2.850


PARANA

14.056


PERNAMBUCO

5.445


PIAUI

2.234


RIO DE JANEIRO

10.481


RIO GRANDE DO NORTE

3.254


RIO GRANDE DO SUL

13.298


RONDONIA

1.069


RORAIMA

218



SANTA CATARINA

9.092


SAO PAULO

42.176


SERGIPE

1.415


TOCANTINS

1.442


TOTAL

163.569

Fonte: Kelly Oliveira Repórter da Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages